RESOLUÇÃO CIRÚRGICA PARA A MANUTENÇÃO DE NÚCLEO E COROA APÓS TRATAMENTO ENDODÔNTICO COM INSUCESSO

Autores

  • Marinara Farinaci ZUCATTO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Natália Vendrame CALDAS Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Camila A. Nascimento MENDES Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Rafael Carlos MENDES Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec

Palavras-chave:

Abscesso Periapical, Apicectomia, Cirurgia, Endodontia, Enxerto ósseo

Resumo

A cirurgia parendodôntica é um método de tratamento realizado quando não é possível obter um resultado adequado e satisfatório após a realização do tratamento endodôntico convencional ou quando não for possível realizar o mesmo, com a finalidade de manter o elemento dental na cavidade oral, conservando as condições estética e funcionais. O objetivo deste trabalho foi eliminar a infecção endodôntica e perirradicular por meio de apicectomia com retro-preparo e retro-obturação. A paciente apresentava tratamento e retratamento endodôntico no dente 21, com a presença de núcleo metálico fundido e coroa metalocerâmica bem adaptada e com condições estéticas satisfatórias. Clinicamente observou-se a presença de fistula na região gengival próxima ao ápice radicular, o que levou a paciente a procurar por atendimento odontológico. Radiograficamente foi observado material obturador abaixo do núcleo, nos terços médio e apical radiculares e presença de rarefação óssea periapical. O rastreamento radiográfico confirmou a origem da fístula a partir da região apical do dente 21. O plano de tratamento proposto foi a realização de apicectomia com retro-preparo e retro-obturação, uma vez que houve a intenção de manter a coroa metalocerâmica satisfatória, bem como o núcleo metálico fundido, almejando inclusive a preservação radicular e redução do risco de fratura numa possível tentativa de remoção do mesmo. O procedimento cirúrgico foi realizado seguindo as técnicas mencionadas anteriormente, seguidos pelo enxerto ósseo e membrana de colágeno, reposicionamento do retalho e sutura. Nos acompanhamentos pós operatórios foi observada a ausência sintomatologia dolorosa e os sinais clínicos e radiográficos mostraram reparo ósseo na região apical e regressão de fístula. Conclui-se que o tratamento endodôntico através da cirurgia parendodôntica por meio de apicectomia com retro-preparo e retro-obturação, soluciona complicações endodônticas, preservando assim o elemento dental e estruturas reabilitadoras presentes, eliminando as infecções e restabelecendo suas condições estéticas e funcionais.

Publicado

2021-04-05

Como Citar

ZUCATTO, M. F. ., CALDAS, N. V. ., MENDES, C. A. N. ., & MENDES, R. C. (2021). RESOLUÇÃO CIRÚRGICA PARA A MANUTENÇÃO DE NÚCLEO E COROA APÓS TRATAMENTO ENDODÔNTICO COM INSUCESSO. ANAIS DE ODONTOLOGIA DO UNIFUNEC - SEM CIRCULAÇÃO, 7(7). Recuperado de https://seer.unifunec.edu.br/index.php/AJOF/article/view/5130

Edição

Seção

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO