BENEFÍCIOS DO COMPOSTO CANABIDIOL NO TRATAMENTO DE ALZHEIMER: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Alexander da Silva AMORIM Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Larissa Fernanda Rodrigues SANTOS Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Lidiane Faustina NASCIMENTO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Rafael Guerra de AQUINO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Rogério Rodrigo RAMOS Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec

Palavras-chave:

Doença de Alzheimer, Cannabis Medicinal, Fitoterapia, Uso Terapêutico

Resumo

O objetivo do estudo foi demonstrar através da revisão, os benefícios de Canabidiol (CBD) no tratamento da doença de Alzheimer. O esboço é uma pesquisa de revisão integrativa. A base de dados eletrônica da BVS foi pesquisada para análise da literatura. Foi utilizado o operador booleano “AND” nas palavras-chave: Doença de Alzheimer, Cannabis Medicinal, Fitoterapia e Uso Terapêutico. Foram selecionados artigos em inglês e português, com títulos e resumos contendo o tema “uso de Canabidiol como tratamento coadjuvante para Alzheimer” para compreensão dos benefícios e efeitos desse composto como tratamento na doença. Foram excluídos do estudo artigos indisponíveis, bem como artigos repetidos na base de dados. Verificou-se que o CBD tem sido utilizado na necessidade de se obter alternativas aos tratamentos convencionais para a doença de Alzheimer, com isso, tem aumentado o interesse pelo uso terapêutico desse composto, como medicamento de origem vegetal, o CanabidiolPrati-Donaduzzi, autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Além disso, foi descoberto que o CBD atua restaurando o retardo da memória mesmo nos estágios mais graves da doença de Alzheimer. Essa recuperação ocorre por meio da modulação das transmissões gutamatérgicas e gabanérgicas. Outro aspecto que merece ser destacado, é que os CBD diminuem o acúmulo de beta-amilóide e a inflamação cerebral que ocorre na Alzheimer, em razão disso, é considerado coadjuvante no tratamento da doença. Outro efeito observado do CBD contido no tratamento do Alzheimer em estudos com ratos foi a diminuição da perda cognitiva e da demência. Conclui-se que a utilização do CBD no tratamento de Alzheimer apresenta-o como opção paliativa e não curativa, o que sugere que deva ser alvo de mais estudos, de forma a estabelecer a real eficácia deste composto no tratamento dos doentes com a doença.

Downloads

Publicado

2022-04-07

Como Citar

AMORIM, A. da S. ., SANTOS, L. F. R. ., NASCIMENTO, L. F. ., AQUINO, R. G. de ., & RAMOS, R. R. . (2022). BENEFÍCIOS DO COMPOSTO CANABIDIOL NO TRATAMENTO DE ALZHEIMER: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. ANAIS DE ENFERMAGEM DO UNIFUNEC, 7(7). Recuperado de https://seer.unifunec.edu.br/index.php/ASAE/article/view/5603

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)