EXPERIÊNCIA DE PUÉRPERAS NO RETORNO DA ATIVIDADE SEXUAL PÓS-PARTO

Autores

  • Gabriela Busaranho PEREIRA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Maria Eduarda Mendes de FREITAS Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Jussara Britto Batista GONÇALVES Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Thaisa Fernanda Queiroz de SOUZA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Rogério Rodrigo RAMOS Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec

Palavras-chave:

Puerpério, Saúde da mulher, Atividade sexual, Autonomia pessoal

Resumo

O período pós-parto é marcado pelo retorno do organismo ao seu estado pré gravídico, e tem duração de aproximadamente seis semanas após o parto. Portanto, ocorrem modificações na fisiologia do aparelho reprodutor como a diminuição do estrogênio, acarretando ressecamento vaginal e consequente dispareunia que compromete o ato sexual. O estudo teve como objetivo conhecer as vivências das mulheres durante o retorno da atividade sexual pós-parto.  Trata-se de uma pesquisa qualitativa de campo, os conteúdos foram agrupados de acordo com a modalidade de análise temática, e analisados por meio do método da teoria fundamentada. Participaram da pesquisa 13 puérperas entre 40 a 90 dias pós-parto, maiores de 18 anos que aceitaram em participar da pesquisa assinando o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. As entrevistas foram realizadas após aprovação do CEP sob protocolo n° CAAE 44050921.4.0000.5428, parecer de nº 4.769.240. Diante dos resultados, emergiram três temáticas: Informações insuficientes sobre o retorno da atividade sexual pós-parto. Retorno da atividade sexual marcada por tensões e conflitos. Baixa autoestima relacionada ao corpo no pós-parto. Os relatos evidenciaram sentimento de insatisfação com o corpo, culpa por falta de interesse na relação sexual e por não satisfazer o parceiro, pressão do parceiro, necessidades de informações por profissionais durante o período de retorno da atividade sexual. O estudo revelou a fragilidade feminina durante o período puerperal, e a necessidade da formação de vínculo entre o profissional e a família com vistas à qualidade conjugal na evitação e ou resolução de conflitos.

Downloads

Publicado

2022-04-07

Como Citar

PEREIRA, . G. B. ., FREITAS, M. E. M. de ., GONÇALVES, J. B. B., SOUZA, T. F. Q. de, & RAMOS, R. R. (2022). EXPERIÊNCIA DE PUÉRPERAS NO RETORNO DA ATIVIDADE SEXUAL PÓS-PARTO. ANAIS DE ENFERMAGEM DO UNIFUNEC, 7(7). Recuperado de https://seer.unifunec.edu.br/index.php/ASAE/article/view/5607

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>