UTILIZAÇÃO DA SEMENTE DE MORINGA OLEÍFERA E FILTRO BIOLÓGICO COMO MÉTODO ALTERNATIVO PARA A CLARIFICAÇÃO DE ÁGUA BRUTA

Autores

  • Maiara Luzia Grigoli OLIVIO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec / Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” de Ilha Solteira/SP – Unesp https://orcid.org/0000-0003-3699-4740
  • Elizângela Flávia Jacob ESTEVES Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Dagmar Aparecida de Marco FERRO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec

DOI:

https://doi.org/10.24980/ucsb.v4i7.5194

Palavras-chave:

Sementes de Moringa, Filtro biológico, Tratamento, Parâmetros comparativos

Resumo

Água, um recurso natural essencial à vida, para se adequar ao consumo deve ser pura, livre de quaisquer substâncias. Geralmente, o sulfato de alumínio seja o coagulante químico utilizado nas Estações de Tratamentos para a clarificação da água, produz um lodo tóxico rico em alumínio de difícil deposição no ambiente. Entretanto, coagulantes naturais de origem vegetal como sementes de Moringa oleífera têm demonstrado vantagens em comparação aos químicos, pela simplicidade de uso e baixo custo. O objetivo deste trabalho foi analisar a eficiência da semente de Moringa oleífera quando associada ao filtro biológico para clarificação de água bruta. À vista disso, como delineamento experimental, foram realizados dois testes com duas repetições cada, sendo que o primeiro teste buscou avaliar a eficiência do filtro biológico, apenas com a passagem de água bruta, e o segundo procurou avaliar a eficiência da água tratada pelas sementes de Moringa, quando adicionadas ao sistema de filtragem. Para o sistema de filtração, foram utilizados três recipientes e instalados de forma decrescente. O primeiro recipiente foi utilizado como decantador para a adição da água bruta tratada com as sementes, o segundo foi utilizado como filtro biológico obtendo divisões para os meios filtrantes como cascalhos, cerâmicas, carvão ativado e o terceiro recipiente, para o recebimento de água filtrada. As amostras de água bruta foram coletadas na Estação de Tratamento de Água e as sementes colhidas no plantio de própria espécie. Foram realizadas análises comparativas do aspecto físico (turbidez) e químico (pH) da água filtrada, água tratada e filtrada, respectivamente, com a água bruta (controle) de cada teste, de modo que as variáveis foram submetidas à análise de variância (ANOVA) seguida do teste de Tukey (p<0,05), pela qual as diferenças significativas foram apresentadas por gráficos. De acordo com os resultados, o filtro biológico demonstra eficiência ao clarificar apenas a água bruta e quando adicionada a água tratada ao sistema de filtragem, o processo de clarificação se torna mais eficaz, pois reduz a turbidez e não altera o pH. Pode-se concluir que o tratamento da água bruta, por meio do coagulante vegetal e filtro biológico, apresenta-se como um método alternativo para a clarificação, uma vez que seja preciso controlar o período de filtração, comprovando-se que 10 h de filtragem corresponde ao melhor tempo determinado para a redução da turbidez e estabilidade do pH, dado que o aumento desse período prejudica a qualidade da água.

 

USE OF MORINGA OLEIFERA SEED AND BIOLOGICAL FILTER AS AN ALTERNATIVE METHOD FOR RAW WATER CLARIFICATION

 

ABSTRACT

Water, a natural resource essential to life, it must be pure for proper consumption, free of any substances. Generally, aluminum sulfate is the chemical coagulant used in Treatment Plants for water clarification, although it produces a toxic sludge that is rich in aluminum and difficult to deposition in the environment. However, natural coagulants of plant origin such as Moringa oleifera seeds have shown advantages over chemicals, due to their simplicity of use and low cost. The objective of this work was to analyze the efficiency of the Moringa oleifera seeds when associated with the biological filter for raw water clarification. In view of this, as an experimental design, two tests were carried out with two repetitions each, the first test sought to evaluate the efficiency of the biological filter, only with the raw water flow, and the second evaluated the efficiency of the water treated by the Moringa seeds, when added to the filtration system. For the filtration system, three containers were used, and they were downwardly installed. The first container was used as a decanter for the addition of raw water treated with seeds, the second was used as a biological filter with divisions for filter media such as gravel, ceramics, activated carbon and the third container was filled with filtered water. The raw water samples were collected at the Water Treatment Station and the seeds were harvested from the planting of the same species. It was performed a comparative analysis of physical (turbidity) and chemical (pH) aspects of filtered water, treated and filtered water, respectively with the raw water (control) of each test, so that the variables were subjected to analysis of variance (ANOVA) followed by the Tukey test (p <0.05), in which the significant differences were represented by graphics. According to the results, the biological filter shows to be efficient in clarifying only raw water and when the treated water is added to the filtration system, the clarifying process becomes more effective, since it reduces turbidity and does not alter the pH. It can be concluded that the treatment of raw water through vegetable coagulant and biological filter is an alternative method for clarification, as it is necessary to control the filtration period, proving that 10 hours of filtration corresponds to the best time determined for the reduction of the turbidity and pH stability, provided that the increase of this period affects the water quality.

 

Descriptors: Moringa Seeds, Biological Filter, Treatment, Comparative Parameters.

Referências

Borba LR. Viabilidade do uso da Moringa oleífera Lam no tratamento Simplificado de água para pequenas comunidades. 73f. Dissertação [Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente]. Universidade Federal da Paraíba. 2001. [acesso em: nov. 2019]. Disponível em: https://www.yumpu.com/pt/document/read/38659392/viabilidade-do-uso-da-moringa-oleifera-lam-no-tratamento-

Pereira LCO. A utilização do reativo de fenton na desinfecção de esgotos domésticos com fins de reúso na irrigação de culturas. 113p. Dissertação [Mestrado em Engenharia Ambiental] Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 2006. Disponível em: https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&ved=2ahUKEwiI_Ja_yK7xAhV4ILkGHWP9CP4QFjAAegQIAhAD&url=http%3A%2F%2Fwww.peamb.eng.uerj.br%2Ftrabalhosconclusao%2F2006%2FPEAMB2006LCOPereira.pdf&usg=AOvVaw0FyZaBaaQLcApLzihT14C-

Jacinto MAC, Esteves SN, Lôbo RNB, Facó O, Oliveira AR, Jacinto TB. Influência da água de reúso na qualidade de couros ovinos. 48ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia [Internet] Belém – PA, Julho, 2011. [acesso em: mai. 2020]. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/915134/influencia-da-agua-de-reuso-na-qualidade-de-couros-ovinos

Santos TRTdos, Valverde KC, Nishi L, Bergamasco R, Vieira MF. Estudo da formação de trihalometanos no processo de coagulação/floculação/adsorção em carvão ativado vegetal com o coagulante natural Moringa Oleifera Lam para tratamento de água de abastecimento. Revista de Engenharia e Tecnologia [Internet] 2013;5(3):64-72. [acesso em: mai. 2020]. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/ret/article/view/11495/209209209470

Vaz LGL. Performance do Processo de Coagulação/Floculação no Tratamento do Efluente Líquido Gerado na Galvanoplastia. Toledo. 83p. Dissertação [Mestrado em Engenharia Química]. Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Toledo. Paraná. 2009. Disponível em: http://tede.unioeste.br/handle/tede/1892

Rangel MS. Um purificador natural de água e um complemento alimentar para o Nordeste do Brasil. EMBRAPA: Tabuleiros Costeiros. Aracajú Sergipe. 2011. [acesso em: nov. 2019]. Disponível em: http://www.jardimdeflores.com.br/floresefolhas/A10moringa.htm

Formentini-Schmitt DM, Fagundes-Klen MR, Veit MT, Bergamasco R, Ferrandin AT. Estudo da eficiência do composto ativo de Moringa oleífera extraída com soluções salinas na tratabilidade de águas residuárias da indústria de laticínios. ENGEVISTA [Internet] 2014. [acesso em: nov. 2019]; 16(2):221-231. Disponível em:

https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjC9-672a7xAhVUA9QKHfVlBZMQFjAAegQIAxAD&url=http%3A%2F%2Fperiodicos.uff.br%2Fengevista%2Farticle%2Fview%2F8961%2F6431&usg=AOvVaw2Jq9rSwJFsed1C3KVmmCp7

Bezerra AME, Momenté VG, Medeiros Filho S. Germinação de sementes e desenvolvimento de plântulas de moringa (Moringa oleífera Lam.) em função do peso da semente e do tipo de substrato. Horticultura Brasileira [Internet] 2004;22(2):295-299. Disponível em: https://www.readcube.com/articles/10.1590%2Fs0102-05362004000200026

Bhatia S, Othman Z, Ahmad AL. Pretreatment of palm oil mill effluent (POME) using Moringa oleifera seeds as natural coagulant. J Hazard Mater [Internet]. 2007;145(1-2):120-126. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.jhazmat.2006.11.003

Ndabigengesere A, Narasiah KS, Talbot BG. Active Agents and mechanism of coagulation of turbid waters using Moringa oleifera. Water Research [Internet] 1995;29(2):703-710. Disponível em: https://doi.org/10.1016/0043-1354(94)00161-Y

Moraes LCK. Estudo da coagulação-ultra filtração com o biopolímero quitosana para a produção de água potável. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química), Universidade Estadual de Maringá - UEM, Maringá. p.64, 2004.

Yin CY. Emerging usage of plant-based coagulants for water and wastewater treatment. Process Biochemistry [Internet] 2010;45(9):1437-1444. Disponivel em: https://doi.org/10.1016/j.procbio.2010.05.030

Gallão MI, Damasceno LF, Brito ESde. Avaliação química e estrutural da semente de Moringa. Rev. Ciência Agronômica [Internet]. 2006 [acesso em: mai. 2020];37():106-109. Disponível em: http://ccarevista.ufc.br/seer/index.php/ccarevista/article/view/224

Pritchard M, Craven T, Mkandawire T, Edmondson AS, O’Neill JG. A study of the parameters affecting the effectiveness of Moringa oleifera in drinking water purification. Physics and Chemistry of the Earth [Internet] 2010;35(13-14):791-797. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.pce.2010.07.020

Duarte MAC. Tratamento de água para consumo humano de reservatório eutrofizado através de pré e interoxidação, adsorção em carvão ativado e dupla filtração Tese [Doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento]. Escola de Engenharia de São Carlos; 2011. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-05052011-085250/pt-br.php

Mwabi JK, Adeyemo FE, Mahlangu TO, Mamba BB, Brouckaert BM, Swartz CD, Offringa G, Mpenyana-Monyatsi L, Momba MNB. Household water treatment systems: A solution to the production of safe drinking water by the low-income communities of Southern Africa. Physics and Chemistry of the Earth [Internet] 2011;36(14-15):1120-1128. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.pce.2011.07.078

Baig SA, Mahmood Q, Nawab B, Shafqat MN, Pervez A. Improvement of drinking water quality by using plant biomass through household biosand filter - A decentralized approach. Ecological Engineering [Internet] 2011;37(11):1842-1848. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ecoleng.2011.06.011

Olivio MLG, Esteves EFJ, Ferro DAdeM. Sementes de Moringa oleífera Lam: Eficiência no Uso de Coagulante Biológico no Tratamento de Água com Turbidez, Comparado ao Coagulante Químico Sulfato de Alumínio. Unifunec Cient. Mult. [Internet]. 2020;9(11):1-18. Disponível em: https://seer.unifunec.edu.br/index.php/rfc/article/view/4032 e ou https://doi.org/10.24980/rfcm.v9i11.4032

Downloads

Publicado

2021-06-28

Como Citar

OLIVIO, M. L. G. ., ESTEVES, E. F. J. ., & FERRO, D. A. de M. (2021). UTILIZAÇÃO DA SEMENTE DE MORINGA OLEÍFERA E FILTRO BIOLÓGICO COMO MÉTODO ALTERNATIVO PARA A CLARIFICAÇÃO DE ÁGUA BRUTA. UNIFUNEC CIÊNCIAS DA SAÚDE E BIOLÓGICAS, 4(7), 1–11. https://doi.org/10.24980/ucsb.v4i7.5194