AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA URBANIZAÇÃO EM UM SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Autores

  • Gustavo Lúcio SALOMÃO Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • José Henrique da SILVA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Marcelo Jacomini Moreira da SILVA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Lincon ZADOROSNY Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec

DOI:

https://doi.org/10.24980/ucm.v11i13.5566

Palavras-chave:

Urbanização, Simulação Hidráulica, Abastecimento de água

Resumo

O crescimento populacional e a urbanização intensa tendem a alterar os sistemas de abastecimento de água. Diante das ampliações das redes, as simulações hidráulicas tornam-se uma ferramenta de apoio a análises de sistemas de distribuição, pois permitem executar, de modo ágil, simulações estáticas e dinâmicas. O objetivo deste trabalho foi verificar alterações em um sistema de abastecimento existente na cidade de Santana da Ponte Pensa (SP) geradas devido às possíveis ampliações da área urbanizada. As simulações da rede de abastecimento de água foram realizadas com o software EPANET, conforme o Manual do Usuário e análise das condições limites previstas pelas normas NBR 12215-1 (ABNT, 2017) e NBR 12218 (ABNT, 2017), observando os pontos críticos do projeto, obtendo-se assim os maiores e menores valores de pressão, vazão e perda de carga disponíveis na rede. Os resultados indicaram que a área existente está de acordo com os critérios de pressão, vazão e perda de carga estabelecidos pelas normas. Ainda foram simulados dois possíveis planos de aumento da área urbanizada, uma delas ao longo da adutora de água tratada e outra ao final desta, aumentando a malha da rede existente, ambos confirmaram as reduções de pressões e aumento de perdas de cargas unitárias, porém sem atingir os critérios estabelecidos pelas normas. Portanto, o sistema existente está desempenhando os parâmetros necessários para o funcionamento adequado, mas ainda são necessárias constantes manutenções para que não ocorram problemas, além disso, no caso de futuras ampliações, é fundamental realizar uma análise inteligente de formas e modelos do sistema de abastecimento.

 

URBANIZATION IMPACT ANALYSIS OF A WATER SUPPLY SYSTEM

 

ABSTRACT

Population growth and intense urbanization tend to affect water supply systems. In view of the expansion of water networks, hydraulic simulations have become a support tool for the distribution systems analysis, because they enable to perform static and dynamic simulations in an efficient way. The purpose of this paper was to examine changes in an existing supply system in the city of Santana da Ponte Pensa (SP) resulting from the possible expansion of the urbanized area. The water supply network simulations were performed with the EPANET software, according to the User's Manual and analysis of the boundary conditions provided by the standards NBR 12215-1 (ABNT, 2017) and NBR 12218 (ABNT, 2017), observing the critical points of the project, thus obtaining the highest and lowest values of pressure, flow and head loss available in the network. The results indicated that the existing area is in accordance with the pressure, flow and head loss criteria established by the standards. Furthermore, two possible plans to increase the urbanized area were simulated; one of them along the treated water pipeline and the other at the end of it, increasing the grid of the existing network, both confirmed the pressure reductions and increase in unit head losses, but without reaching the criteria established by the standards. Therefore, the existing system is performing the necessary parameters for adequate operation, but continuous maintenance is still needed to prevent problems from occurring, moreover, in the case of future expansions, it is essential to conduct an intelligent shape and model analysis of the supply system

 

Keywords: Urbanization. Water Supply. Hydraulic Simulation.

Referências

AMANCO. Ficha técnica. São Paulo: Amanco, 2019. 23 p. Disponível em: www.amanco.com.br. Acesso em: 06 maio 2021.

ASSOCIAÇÃO Brasileira De Normas Técnicas. NBR 12215-1: ABNT NBR 12215-1. São Paulo: ABNT, 2017. 26 p.

ASSOCIAÇÃO Brasileira De Normas Técnicas. NBR 12217: ABNT NBR 12217. São Paulo: ABNT, 1994. 4 p.

ASSOCIAÇÃO Brasileira De Normas Técnicas. NBR 12218: ABNT NBR 12218. São Paulo: ABNT, 2017. 23 p.

COMPANHIA De Saneamento Básico Do Estado De São Paulo. Norma Técnica NTS 181: dimensionamento do ramal predial de água, cavalete e hidrômetro – primeira ligação. 4. ed. São Paulo: SABESP, 2017. 23 p. disponível em: https://www3.sabesp.com.br/normastecnicas/nts/NTS181.pdf. Acesso em: 19 abr. 2021.

CONSELHO Regional De Engenharia E Agronomia. Código de ética n°1002: Código de Ética. Brasília: CREA, 2002. Disponível em: http://www.creasp.org.br/arquivos/publicacoes/2017-codigo_de_etica_v2.pdf. Acesso em: 04 nov. 2020.

KURION Incorporacao e Empreendimentos Imobiliarios Eireli. Projeto: Sistema de Abastecimento de Água do Município de Santana da Ponte Pensa - SP. Fernandópolis – SP, 2017.

INSTITUTO Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sp/santana-da-ponte-pensa/panorama. Acesso em: 19 set. 2021.

PORTO, R. de M. Hidráulica básica. 4. ed. São Paulo: Departamento de Hidráulica e Saneamento - Universidade de São Paulo; Escola de Engenharia de São Carlos - EESC USP, 2006.

ROSSMAN, L. A. et al. EPANET 2: User‘s Manual. CINCINNATI - OH: [U.S.A], 2000. 201 p. Disponível em: https://www.lenhs.ct.ufpb.br/html/downloads/epanet/manual_do_epanet_brasil.pdf. Acesso em: 26 abr. 2021.

SANTA FÉ DO SUL, SP. Prefeitura da Estância Turística de Santa Fé do Sul. Lei complementar n° 360, de 09 de março de 2022. Dispõe sobre o Plano Diretor de Desenvolvimento Sustentável da Estância Turística de Santa Fé do Sul. Santa Fé do Sul, 2022. Disponível em: https://www.santafedosul.sp.gov.br/anexos/documents/2022/06/0cc943c6658643e8a18a0c013d6bd009.pdf

SILVA, M. L. da. Avaliação hidráulica e orçamentária de alternativa para dimensionamento de redes ramificadas de abastecimento de água. 2018. 55 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Civil, Centro Universitário de Formiga - Unifor, Formiga, 2018.

SOARES, A. K. Calibração de modelos de redes de distribuição de água para abastecimento considerando vazamentos e demandas dirigidas por pressão, EESC-USP. São Carlos/SP, 2003

TAVARES, J. M. da S.; PEREIRA NETO, C. Aspectos do crescimento populacional: estimativas e uso de indicadores sociodemográficos. Formação (Online), v. 27, n. 50, p. 3-36, 2020. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/formacao/article/download/5928/5599. Acesso em: 17 set. 2021.

TSUTIYA, Milton Tomoyuki. Abastecimento de água. 3. ed. São Paulo: Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 2006.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA. Manual do Usuário EPANET. São Paulo: UFPB, 2000. Disponível em: http://www.lenhs.ct.ufpb.br/html/downloads/epanet/manual_do_epanet_brasil.pdf. Acesso em: 04 nov. 2020.

VILAS-BOAS, P. R. Modelação de uma rede de distribuição de água. Redes de distribuição de água, Porto - Portugal, Jun. 2008. Disponível em: https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/58016/1/000129459.pdf. Acesso em: 8 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2022-09-01

Como Citar

SALOMÃO, G. L.; SILVA, J. H. da; SILVA, M. J. M. da; ZADOROSNY, L. . AVALIAÇÃO DO IMPACTO DA URBANIZAÇÃO EM UM SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA. UNIFUNEC CIENTÍFICA MULTIDISCIPLINAR, Santa Fé do Sul, São Paulo, v. 11, n. 13, p. 1–20, 2022. DOI: 10.24980/ucm.v11i13.5566. Disponível em: https://seer.unifunec.edu.br/index.php/rfc/article/view/5566. Acesso em: 28 set. 2022.