FATORES PREDITORES DA SÍNDROME DE BURNOUT EM PROFESSORES: ANÁLISE COMPARATIVA DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA E PRIVADA DE SANTA FÉ DO SUL/SP

Autores

  • Francisco Augusto Alves de OLIVEIRA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Pedro Henrique Oliveira Catelan da SILVA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec
  • Regina Maria de SOUZA Centro Universitário de Santa Fé do Sul - Unifunec

Palavras-chave:

Síndrome de Burnout, Professores, Pressão

Resumo

A Síndrome de Burnout pode ser caracterizada como um quadro de exaustão física e emocional que é resultado da pressão sofrida pelo trabalhador no ambiente de trabalho, acometendo indivíduos que se encontram em situações que induzem a fragilização tanto física quanto psíquica do profissional.O objetivo deste trabalho foi investigar os fatores preditores da Síndrome de Burnout em professores de uma escola da rede pública e de uma da rede privada de ensino da cidade de Santa Fé do Sul/SP. O trabalho constitui-se em fator de satisfação das necessidades materiais do indivíduo, mas também se materializa em identidade pessoal, tendo em vista que o labor representa uma parte significativa do tempo gasto pelo colaborador. O trabalho representa uma fonte de satisfação e reconhecimento para alguns, mas pode se materializar em angústia e sofrimento quando as condições biopsicossociais do trabalho são inadequadas e não condizem com condições adequadas de saúde. A Síndrome de Burnout representa o ponto limite a partir do qual o trabalhador é obrigado a se afastar do trabalho, em vista de sua absoluta falta de energia, tornando-se inapto para o exercício de sua atividade profissional. Este estudo buscou obter indícios da ocorrência da Síndrome de Burnout em professores, por meio de uma pesquisa preliminar realizada na modalidade online, por meio da aplicação de entrevista semiestruturada com o uso dos formulários online da plataforma google. Concluiu-se que havia fortes indicativos de Síndrome de Burnout nos professores entrevistados, tanto na escola pública quanto na escola particular, que relataram significativa falta de energia para o trabalho, cansaço ao longo da semana e comorbidades que atingem as dimensões físicas e psíquicas dos entrevistados.

Downloads

Publicado

2021-04-06